NOTÍCIAS


Juliana Didone sobre vídeo apagado em que falava da tragédia no Rio Grande do Sul: 'aprendi essa lição'



Gaúcha, atriz disse que ficou chateada com a repercussão nas redes sociais. Rio Grande do Sul foi fortemente atingido por chuvas que inundaram cidades, deixando mortos, desaparecidos, desalojados e desabrigados. Juliana Didone se pronuncia sobre vídeo apagado em que falava da tragédia no Rio Grande do Sul Reprodução Instagram/@julianadidone A atriz Juliana Didone falou sobre o vídeo que postou, na semana passada, sobre a tragédia no Rio Grande do Sul e que foi criticado nas redes sociais. “Eu acabei me perdendo completamente dentro dos meus sentimentos e usando uma linguagem que muitas vezes eu uso aqui no Instagram para me comunicar”, disse ela em novo vídeo publicado na noite deste sábado (11). “Mas eu entendi que foi uma forma completamente equivocada de me expressar sobre esse assunto, que é de uma gravidade enorme para todos nós. Tragédia não se ajuda com poesia na internet, mas sim com atitudes reais concretas. Aprendi essa lição.” O que aconteceu? Na terça-feira (7), Juliana Didone gravou um vídeo declamando um texto poético sobre a tragédia no Rio Grande do Sul. Nas imagens, ela aparece em um banheiro, debaixo de um chuveiro. Ela apagou o vídeo pouco depois da publicação. Ao falar sobre o vídeo apagado, a atriz, que é do Rio Grande do Sul, disse que ficou chateada e constrangida com a repercussão, mas que o desconforto que sentia não era nada comparado ao que o estado gaúcho vem passando desde o fim de abril, quando as chuvas começaram. “E a grande verdade, a grande verdade, é que esse meu equívoco, o desconforto que eu tô sentindo com essa situação, ele não é nada, ele nem existe se comparado com a dor da minha terra e dos meus conterrâneos, que é para onde eu vou continuar direcionando a minha atenção e a minha ajuda.” O Rio Grande do Sul sofre com fortes chuvas desde o fim de abril. Rios e lagos encheram, inundaram cidades e deixaram rastros de destruição em todo o estado. Até a publicação deste texto, segundo a Defesa Civil, 147 pessoas morreram. E número de pessoas fora de casa passa de 619 mil.

Fonte: G1


13/05/2024 – Rádio Contato Vistoria

COMPARTILHE

(18) 99664-6500

[email protected]
Rádio Contato Vistoria
A Melhor do Brasil