NOTÍCIAS


General Motors anuncia investimento de R$ 7 bilhões até 2028 nas fábricas no Brasil



Anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (24), durante reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente da GM Internacional, Shilpan Amin. Investimentos começam a partir deste ano. Fábrica da General Motors em São Caetano do Sul (SP) Divulgação/General Motors A General Motors (GM) anunciou nesta quarta-feira (24) um investimento de R$ 7 bilhões no Brasil até 2028. Segundo a montadora, os investimentos começam a partir deste ano. O anúncio acontece pouco mais de um mês após o desligamento de mais de mil funcionários da empresa no estado de São Paulo – leia mais abaixo. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp A montadora destacou que o investimento tem foco em mobilidade sustentável, abrange a renovação completa do portfólio de veículos e o desenvolvimento de tecnologias para o mercado local, além de criação de novos negócios. O anúncio foi feito na manhã desta quarta, em Brasília (DF), em encontro do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e do vice Geraldo Alckmin (PSB), com Shilpan Amin e Santiago Chamorro, presidentes internacional e da América do Sul da GM, respectivamente. Initial plugin text Além dos investimentos com foco na mobilidade sustentável, a GM afirmou que as fábricas da empresa no país receberão ‘evoluções que as tornarão mais modernas, ágeis e sustentáveis’. “A companhia segue com sua visão de futuro, de um mundo com zero acidente, zero emissão e zero congestionamento. Esta estratégia engloba recursos avançados de segurança veicular e de produtos cada vez mais eficientes do ponto de vista energético e ambiental”, diz a companhia em nota. No Brasil, a GM possui cinco fábricas, sendo três delas no Estado de SP — nas cidades de São José dos Campos, São Caetano do Sul e Mogi das Cruzes –, uma no Rio Grande do Sul, em Gravataí, e outra em Santa Catarina, na cidade de Joinville. Funcionários da GM suspendem greve após acordo para reintegrar 1,2 mil demitidos Sindicato dos Metalúrgicos/Divulgação Investimento um mês após demissões O investimento anunciado pela GM acontece pouco mais de um mês após cerca de 1,1 mil funcionários aderirem a um Plano de Demissão Voluntário aberto pela empresa. Aprovado pelos trabalhadores, o PDV foi aberto depois da Justiça do Trabalho determinar o cancelamento de 1,2 mil demissões que a GM havia feito nas três unidades. “É uma grande contradição porque a gente viu, há alguns dias, a GM demitindo 1.200 [funcionários] no Estado de São Paulo e toda a luta que teve do Sindicato para o cancelamento das demissões. A gente já colocava, naquela época, a nossa posição de que a montadora, mesmo anunciando que teve queda na venda de veículos, que teria total condição de manter todos os postos de trabalho, ao contrário do que ela falava, de toda a queda que ela tinha”, afirmou Weller Gonçalves, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos 630 funcionários da GM aderem ao Plano de Demissão Voluntária em São José O sindicalista afirmou que pretende convocar uma reunião com a empresa para que sejam detalhados os investimentos. “A gente já tem um acordo de investimentos que foi feito em 2019, que a empresa tem que cumprir, e se for ter algum novo investimento, é claro que o Sindicato vai brigar e batalhar para que os investimentos venham para São José dos Campos”, completou. Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região bragantina

Fonte: G1


24/01/2024 – Rádio Contato Vistoria

COMPARTILHE

(18) 99664-6500

[email protected]
Rádio Contato Vistoria
A Melhor do Brasil