NOTÍCIAS


Após superar três touros, peão de Viradouro, SP, é campeão do rodeio em Ribeirão Preto



Everton Natan da Silva, de 24 anos, recebeu prêmio em dinheiro e vaga para competições nacional e internacional. Provas aconteceram na noite deste sábado (28) no Ribeirão Rodeo Music. O peão Everton Natan da Silva, natural de Viradouro (SP), vence a disputa individual da montaria em touros no Ribeirão Rodeo Music 2024 em Ribeirão Preto, SP Divulgação Depois de duas noites de provas, na qual conseguiu permanecer montado durante 8 segundos em todos os três touros que enfrentou, o peão Everton Natan da Silva, de 24 anos, venceu a montaria no Ribeirão Rodeo Music 2024. A final aconteceu neste sábado (27). Faça parte do canal do g1 Ribeirão e Franca no WhatsApp Com a vitória, o atleta de Viradouro (SP) ganhou uma vaga nas semifinais do The American Rodeo, no Texas (EUA), e na final do rodeio na Festa do Peão de Barretos (SP), além de receber um prêmio de R$ 15 mil. “Me sinto muito grato a Deus e a todas as pessoas que me ajudam e que me dão oportunidade. É uma felicidade imensa já que é um rodeio que eu sempre tive o sonho de ganhar, um rodeio importante que Deus me deu a honra de ser campeão”, declarou ao receber o troféu. O peão Everton Natan da Silva, natural de Viradouro (SP), vence a disputa individual da montaria em touros no Ribeirão Rodeo Music 2024 em Ribeirão Preto, SP Divulgação Momentos antes, ainda na arena, afirmou que o dinheiro é bom, mas as duas vagas são melhores. Na última prova da noite, na qual competiram os quatro peões com as maiores somas de notas de cada equipe participante do rodeio, Everton superou o touro Ponto Fraco e garantiu sua vitória ao alcançar 88,50 pontos. Nas provas em equipe, ele somou 162. LEIA TAMBÉM: Gusttavo Lima vive momento fofo ao realizar sonho de minifã no palco do Ribeirão Rodeo Music Gusttavo Lima para show ao ver agressão contra mulher: ‘Covarde’ Matheus & Kauan adaptam repertório a pedido de fãs e fazem show com coral afinado Fred & Fabrício tocam fila de clássicos sertanejos e empolgam galera do chapéu Pedro Sampaio homenageia Anderson Leonardo, do Molejo, durante show no rodeio O segundo lugar foi de Jean Carlos Teodoro de Souza, de Mirante do Paranapanema (SP), com 72,50 pontos. Também disputando a final, Juliano Silveira, de Guaraci (SP), e Jaxton Mortensen, do Arizona (EUA), não pontuaram. Vitórias em série Antes de enfrentar o touro que consagraria sua vitória, Everton já havia montado o Leão do Norte e o Trem Noturno, nos quais obteve 87,50 e 74,50 pontos, respectivamente. O time de peões americanos e canadense, formado por Jaxton Mortensen, William Wright, Marco Juarez e Jett Lambert, no Ribeirão Rodeo Music 2024 em Ribeirão Preto, SP Amanda Pioli/g1 Em cima do seu último oponente, ele demonstrou bom encaixe de quadril e pegada forte. “Graças a Deus, tive ótimos touros em minhas mãos e deu certo. Consegui sair com o título de campeão”, avaliou. Segundo o peão, o resultado foi uma expressiva melhora em relação ao ano anterior, quando também participou do Ribeirão Rodeo Music, mas foi derrubado por um dos touros. Agora, ele espera repetir a vitória em Barretos, onde nunca passou das semifinais. “A expectativa é voltar lá mais preparado e buscar o título. O mesmo para o The American, que todos os peões almejam aqui no Brasil. Vou lutar para dar certo de ir e sair de lá vencedor também”, anseia o peão, que, se ganhar nos EUA, leva o prêmio de US$ 1 milhão. Montaria por equipes A última noite da montaria em touros, válida pela Liga Nacional de Rodeio (LNR), contou com a participação de 16 atletas, de quatro equipes. Os Coiotes foram os vencedores ao somar 351,25 pontos e tendo apenas uma queda antes dos 8 segundos. Na sequência, ficaram os Longhorns (332,75), Os Búfalos (256) e Mustangs (84,5). Formada por três peões norte-americanos e um canadense, o time que ficou na lanterna demonstrou dificuldade diante dos touros brasileiros: em dois dias de provas, apenas um atleta conseguiu permanecer em cima do touro. Segundo o competidor Marco Juarez, existem diferenças entre os animais nos dois países que podem ter afetado o desempenho da equipe. “Eu não quero dizer que existe uma grande diferença, porque temos que saber montar todos os touros igualmente. Mas realmente temos que ser mais pacientes com os touros daqui. Sinto que os [touros] americanos são mais explosivos, mais rápidos, enquanto os daqui são muito maiores, e têm um começo mais lento. Então, exige paciência”, explicou Juarez, que está pela primeira vez no Brasil, mas já se declarou apaixonado pelo país. Competidores vencedores da disputa da montaria em touros por equipes no Ribeirão Rodeo Music 2024 em Ribeirão Preto, SP Divulgação Outras provas da noite Os touros não foram os únicos oponentes deste sábado. Dando início à série de provas da noite, as mulheres competiram nos Três Tambores, quando Vitória Barrichello ganhou a prova, com a égua Luana. Juntas, elas completaram a prova em 43’398 segundos, ligeiramente mais rápido que o segundo lugar, de Julia Tobias Bronine (43’983). Na sequência, a modalidade cutiano teve a liderança de Thiago Mega, natural de Barretos (SP), que totalizou 169,50 pontos nos dois dias de prova. Graziano Antonelli, de Itajubá (MG) e Emanuel Pinézio, de Alfenas (SP), ficaram em segundo e terceiro lugar, com 159 e 157,50 pontos, respectivamente. Competidora dos três tambores no Ribeirão Rodeo Music 2024 em Ribeirão Preto, SP Divulgação Poucos minutos após o início das montarias, uma égua precisou receber atendimento após lesionar uma das patas dianteiras. Os primeiros socorros foram prestados ainda na arena e ela foi imediatamente encaminhada para atendimento especializado em uma clínica veterinária, segundo informações da organização do evento. Veja mais notícias do Ribeirão Rodeo Music 2024 Vídeos: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região :

Fonte: G1


28/04/2024 – Rádio Contato Vistoria

COMPARTILHE

(18) 99664-6500

[email protected]
Rádio Contato Vistoria
A Melhor do Brasil